18/02/2017

BLOCO BONECA JANAINA DA ALEGRIA APRESENTARÁ NA CASA DA CULTURA

O Grupo Cultural BLOCO BONECA JANAINA DA ALEGRIA da cidade de Chã de Alegria-PE participará do Ciclo Carnavalesco 2017 do Governo do Estado de Pernambuco, nesta terça-feira (21/fevereiro/2017) às 15:00h na CASA DA CULTURA - Recife/PE.
Realização: FUNDARPE, Secult-PE e Governo do Estado de PE. PRODUÇÃO: Gilson Xavier Produções Culturais.












03/02/2017

CICLO DE CAPACITAÇÕES PARA OS EDITAIS FUNCULTURA GERAL E MÚSICA 2016/2017



A oficina foi realizada na instituição Sociedade Musical 5 de Novembro (Revoltosa) que é Patrimônio Vivo e Ponto de Cultura do Estado de Pernambuco, situada no Centro de Nazaré da Mata na Região Mata Norte de Pernambuco. A Revoltosa é responsável pela formação de gerações de músicos profissionais. Hoje, com um século de existência, em atividade musical ininterrupta, a Revoltosa mantém a sua tradicional Banda Musical, Orquestra de Frevo “Revoltosa” e aulas de iniciação musical para crianças, jovens e adultos da comunidade. A mesma traz consigo uma diversidade enorme, de músicos, de mestres brincantes, representantes de grupos culturais e produtores experientes em busca de uma especialização maior e um enriquecimento profissional. Tendo como por exemplo maior, o caso de dois músicos participantes do Programa Ganha o Mundo, jovens dedicados, interessados na valorização cultural de nosso Estado e representantes de toda uma história centenária. A entidade mobilizou um grande quantitativo de jovens da sociedade musical 5 de novembro e a presença de diversos produtores culturais e fazedores da cultura de diversos municípios (Tracunhaém, Carpina, Paudalho, Nazaré da Mata, Aliança, Vicência, Timbaúba, Goiana, etc...) localizados na Região Mata Norte durante os dois dias de Oficinas da Capacitação Regionalizada do Funcultura 2016/2017. O primeiro dia (01/02/2017) a capacitação foi realizado no horários das 08:00h às 12:00h e de 14:00h às 18:00h; no intervalo do período da tarde a orquestra de frevo Revoltosa fez uma abrilhante apresentação de recepção a todos participantes. E no segundo dia (02/02/2017) foi realizado no horário das 08:00h às 12:00h no Salão Maestro Joquinha (Revoltosa) tirando dúvidas e esclarecimentos do preenchimento da planilha de orçamento de um projeto cultural em seguida encerrando com a entrega dos Certificados a todos participantes.




































09/11/2016

Projeto de Residência Artística "Companhia de Dança Deborah Colker"

DO SERTÃO AO MARCO ZERO


De Brejo da Madre de Deus, na boca do sertão, até Recife, a Companhia de Dança Deborah Colker atravessará Pernambuco de 6 a 26 de novembro. A jornada é uma etapa decisiva para a realização do novo espetáculo do grupo: O Cão sem Plumas, baseado no poema homônimo de João Cabral de Melo Neto (1920-1999).
O cineasta pernambucano Cláudio Assis é o principal parceiro da coreógrafa no trabalho, do qual participa desde a concepção, em 2014. Ele acompanhou Deborah em duas viagens realizadas no ano passado, da nascente à foz do Rio Capibaribe.
Em 23 anos de história, a companhia se firmou entre as principais do Brasil e se apresentou nos palcos de dança mais importantes do mundo, em quatro continentes. Mas nunca tinha feito nada semelhante ao projeto intitulado Do Sertão ao Marco Zero.
Três meses após dirigir a cerimônia de abertura das Olimpíadas do Rio de Janeiro e tendo no currículo um Laurence Olivier Award (2001) – prêmio britânico que nenhum outro artista brasileiro recebeu – e um espetáculo feito para o Cirque du Soleil (O ovo, de 2009), Deborah envereda agora pelo interior de Pernambuco.
“Essa busca pela natureza humana é algo que tenho feito desde  (2005)”, afirma a coreógrafa, que antes desenvolvera uma linguagem em torno de experiências como o uso da parede de alpinismo em Mix (1995) e da roda gigante em Rota (1997).
Se Tatyana (2011) e Belle (2014) se passavam, respectivamente, na Rússia e em Paris, sem que a companhia tivesse ido à Europa, O Cão sem Plumas será marcado pelas vivências em Pernambuco.
O eixo do poema (publicado em 1950) e do espetáculo é o Capibaribe, que corta o estado por cerca de 240 quilômetros, desde o trecho em que corre oito quilômetros abaixo da terra, no semiárido. Passa próximo a canaviais, manguezais e se encontra com o mar.
Deborah, sua equipe de criação e seus 14 bailarinos farão intercâmbios com habitantes de cidades que vivem em torno do rio: Belo Jardim, Brejo da Madre de Deus, Limoeiro, Nazaré da Mata, Recife e Itamaracá.
Cláudio Assis filmará as atividades da companhia em novembro. As imagens serão utilizadas no espetáculo, que estreará em junho de 2017, e comporão um documentário.
A diretora e os bailarinos darão oficinas nas cidades para pessoas que não precisam ter qualquer experiência anterior com dança. Os professores também aprenderão com os alunos, profundos conhecedores do que é narrado no poema de João Cabral. Daí chamar de intercâmbios os encontros.
“Vamos ensinar o que a gente sabe e aprender o que não sabe”, diz Deborah. “Estaremos com pessoas que se confundem com a terra em que vivem, que sabem de onde vêm e o que querem afirmar. ”
Do dia 7 ao dia 10, as oficinas acontecerão simultaneamente em Belo Jardim e Brejo da Madre de Deus, com os integrantes da companhia se dividindo entre as localidades. De 14 a 17 é a vez de Limoeiro e Nazaré da Mata, na Zona da Mata. De 19 a 22, Recife, incluindo a Favela dos Coelhos. No dia 26, os mangues de Itamaracá. Ainda serão realizados saraus nas cidades, com apresentação de moradores.
O ponto culminante das atividades está marcado para as 19h do dia 24. A companhia mostrará cenas já ensaiadas do balé em uma balsa que navegará no Capibaribe até chegar ao Marco Zero, onde o público estará acompanhando em telões.
Deborah pretende que participantes das oficinas estejam na encenação que será realizada no ponto de partida da balsa. O espetáculo também contará com o poeta e cantor Lirinha, a Orquestra Santa Massa, o DJ Dolores e o grupo Frevotron.
A trilha sonora do balé está sendo composta por outro pernambucano, Jorge dü Peixe, da Nação Zumbi, em parceria com Berna Ceppas, habitual colaborador de Deborah. Outro nome frequente nos trabalhos da coreógrafa, o cenógrafo e diretor de arte Gringo Cardia, acompanhará a viagem pelo Capibaribe, assim como o fotógrafo Cafi.
A direção de produção é de João Elias, fundador da companhia.
Os versos de João Cabral guiam tudo o que tem sido pensado em torno do espetáculo. Mesmo as oficinas terão como matéria-prima o poema.
“Ele é o timoneiro”, diz Deborah. “Mas quero ter liberdade de olhar para ele do jeito que eu quiser. ” Ela incluiu, por exemplo, garças na coreografia, embora as aves não sejam citadas pelo poeta pernambucano.
“Elas são um pouco como a burguesia. Ficam próximas à lama preta do mangue, mas não se sujam”, explica a artista, que entrou no mangue em uma das viagens.
O poema é político, mas sem ser panfletário. João Cabral narra em quatro partes (Paisagem do Capibaribe I e II, Fábula do Capibaribe e Discurso do Capibaribe) as dores do rio: suas sujeiras, a pobreza em volta, a desigualdade social, representadas em palavras fortes que se repetem, como lama, ferrugem, espada, cachorro.
O “cão sem plumas” traduz a dureza da vida do rio e dos ribeirinhos. A imagem é metafórica, embora João Cabral seja sempre lembrado como um artista da secura, da precisão, não das metáforas.
“Se eu, navegando num rio em Bangcoc, na Tailândia, pensei no Capibaribe, a culpa é dele, Cabral. O cão sem plumas pode estar em qualquer lugar, é universal”, afirma Deborah, que cita Chico Science como referência.
“Não quero ser regionalista, não vou fazer manifesto para defender Pernambuco. Quero conectar com o mundo, comigo, que sou judia de origem russa e vivo no Rio de Janeiro. ”
A Cia de Dança Deborah Colker tem o patrocínio da Petrobrás desde 1995.

“Do Sertão ao Marco Zero” é apoiado pelo Ministério da Cultura – lei Rouanet, com patrocínio de Baterias Moura, Bradesco e Copergás.

SEGUE LOCAIS DAS INSCRIÇÕES

NAZARÉ DA MATA
Ponto de Cultura Revoltosa
Praça Carlos Gomes, 17 centro
Contatos (081) 99277-3380 Chirlene / 9.9486-8497
               (081) 9.9654-1644 / 9.93380464 (Gilson Xavier)
               (081) 9.9911-7943 (Sr Belarmino)
- Parque dos Lanceiros - Barachinha
Parque dos Lanceiros, BR 408 (ao lado do GRE)
Contato (81) 9.99146300


BELO JARDIM.
- Escola de música flor de Mandacaru
Praça Jorge Aleixo,66-A ( Centro )
Contato (81) 3726.1132

BREJO DA MADRE DEUS
 - Secretaria de Edução, sede Brejo da Madre Deus.
- Sub Prefeitura de Fazenda Nova.

LIMOEIRO
- Galpão das Artes de Limoeiro
Rua vigário joaquim Pinto, 465, Limoeiro
Contato (81) 9.97396207

RECIFE - 19/21/22 NOVEMBRO
Escola Municipal de Frevo Maestro Fernando Borges
Rua Castro Alves,440 Encruzilhada
Contato (81) 33553102
 - Daruê Malungo
Rua passarela 18 A chão De estrelas
Contato (81) 34443455 /  997018718
 - Grupo Experimental de Dança
Rua Tomazina, 199 Recife Antigo
Contato (81) 32241482
Centro Social Dom João Costa
Rua Acaiaca, 70 Alto José Pinho
Contato (81) 32651553
- Movimento Pró Criança
Rua vigário Tenório, 135 Recife Antigo
Contato (81) 34254450

SEGUE LOCAIS DOS INTERCÂMBIOS E OFICINAS

Locais dos Intercâmbios e das Oficinas Brejo da Madre de Deus, Belo Jardim, Limoeiro, Nazaré da Mata e Recife.
​​
BELO JARDIM 
LOCAIS:
Ø  Fábrica da Mariola (Oficinas) dias, 7 e 9 de nov.
Ø  Ginásio da IFPE (Intercâmbios 1,2, 3 e 4) dias 7,8,9 e 10  de nov.
  OBS: os endereços nós forneceremos posteriormente, porém, informamos que estaremos presentes nesse momento.

BREJO DA MADRE DE DEUS - LOCAIS:
Ø  Escola Epaminondas Mendonça (Oficinas ) dias 8 e 10 de nov.
Diretora Betânia contato Paulo Costa (81) 9.99821122
Ø  Ginásio de Fazenda Nova (Intercâmbios 5,6,7 e 8 ) dias 7,8,9 e 10 de nov.
Paulo Costa (81) 9.99821122
Ø  Centro de criação Galpão das Artes (Intercâmbio 7,8 ,9 e 10) dias 14 e 15 de nov.
Diretor Fábio André (81) 9.95019900/ 9.97396207
Inscrições no local

NAZARÉ DA MATA - LOCAIS:
Ø  Ponto de Cultura Revoltosa (Intercâmbio 1 e 2) dias 14 e 15 de nov.
     Praça Carlos Gomes, Nº 17
     Presidente: Berlamino (Maestro Sapatão) (81) ​9.99117943 / 
     Produtor Cultural: Gilson Xavier - 99654-1644
Inscrições no local

Ø  Ginásio Esportes Alcedo de Oliveira Lira (Intercâmbio 3 e 4) dias 14 e 15 de nov.
           Rua Dom Moura, S/N Centro
      Renato Vieira (81) 36331156 / 9.93356391
      Inscrições no parque dos Lanceiros BR 408  Barachinha (81) 9.9914-6300

Ø  Escola Estadual Maciel Monteiro (Intercâmbio 5 e 6) dias 14 e 15 de nov.
    Rua Bom Jesus, centro - Professor Antonildo Andrade (81) 9.99117943 /9.95925605 
    Inscrições na Revoltosa

RECIFE LOCAIS:
Ø  Movimento PróCriança (Intercâmbio 1/2) dias 19, 21 e 22 de nov.
            Rua Vigário Tenório, 135 Recife Antigo
            Gestora Roseângela (81) 34254450 / 9.88029555
     Inscrições no local

Ø   Escola Municipal de Frevo Maestro Fernando Borges (Intercâmbio 3/4) ) dias 19, 21 e 22 de nov.
           Gestora Anna Miranda (81) 33553102/ (81) 9.88696374
           Rua Castro Alves, 440 Encruzilhada
    Inscrições no local

Ø  Centro Social Dom João costa (Intercâmbio 5/6) ) dias 19, 21 e 22 de nov.
          Renato (81) 32651553 / (81) 9.88752040
          Rua acaiaca, 70 Alto José do Pinho
   Inscrições no local

Ø  Daruê Malungo (Intercâmbio 7/8) ) dias 19, 21 e 22 de nov.
          Diretora Vilma carijós (81)- 34443455 /(81) 9.88102045
          Rua passarela 18A chão de Estrela
Inscrições no local
         
Ø  Escola Pernambucana de Circo (Intercâmbio 9/10) ) dias 19, 21 e 22 de nov.
          Diretora Fátima (81)- 32660050 / (81) 9.88352360
          Av: José Américo de almeida nº 05 Macaxeira
Inscrições no local



  (021) – 3806.0650 (JOÃO ELIAS )

BLOCO CARAVANA ANDALUZA - TRACUNHAÉM ESTAR CONCORRENDO AO RPV-PE 2015/2016.



Sessenta e cinco mestres e grupos culturais pernambucanos foram habilitados e seguem no processo de seleção que vai definir os seis novos Patrimônios Vivos de Pernambuco. Há candidaturas oriundas de todas as regiões do estado. Confira!

O Governo de Pernambuco, através da Secretaria de Cultura de Pernambuco e da Fundarpe, torna público a lista de candidatos habilitados no 11º Concurso do Registro do Patrimônio Vivo de Pernambuco (RPV-PE).
No total, inscreveram-se no concurso 70 candidatos (39 pessoas físicas e 31 grupos culturais) de várias regiões do Estado. Dessas, 65 candidaturas seguem habilitadas no certame. As inscrições inabilitadas poderão apresentar, até a próxima quinta-feira (10), recursos ao Núcleo de Patrimônio Imaterial, conforme o edital e regulamento do RPV-PE 2016.
O concurso do Registro do Patrimônio Vivo de Pernambuco, que este ano titulará seis candidatos (três referentes ao ano de 2015 e três referentes ao ano de 2016), conta ainda com as etapas de pré-análise, atribuída a uma comissão formada por cinco analistas convidados pela Secult e Fundarpe , e com a etapa deliberativa de responsabilidade do Conselho Estadual de Preservação do Patrimônio Cultural.
A análise final das candidaturas deverá acontecer entre os meses de novembro e dezembro, quando os candidatos e entidades que propuseram candidaturas ao RPV-PE 2016 participarão de audiências públicas no Conselho Estadual de Preservação do Patrimônio Cultural. Nesta etapa do concurso, as entidades proponentes e candidatos terão a oportunidade de justificar as candidaturas e contribuir com o processo de escolha dos próximos Patrimônios Vivos do Estado.
Mais informações a respeito dos recursos poderão ser obtidas através dos  telefones (81) 3184-3061/3184-3026 ou pelo o e-mail: patrimoniovivope@gmail.com.
- See more at: http://www.cultura.pe.gov.br/canal/patrimonio/secult-e-fundarpe-divulgam-lista-de-candidatos-habilitados-ao-registro-do-patrimonio-vivo-de-pernambuco/#sthash.JDL9a4N4.dpuf
http://www.cultura.pe.gov.br/canal/patrimonio/secult-e-fundarpe-divulgam-lista-de-candidatos-habilitados-ao-registro-do-patrimonio-vivo-de-pernambuco/

Banda Revoltosa Celebra 102 Anos

Atribuída em 2013 com o título de Patrimônio Vivo pelo Governo de Pernambuco, a Sociedade Musical 5 de Novembro – ou Banda Revoltosa – como ficou popularmente conhecida, iniciou nesta sexta-feira (4), em Nazaré da Mata, as comemorações pelos seus 102 anos de existência. A partir de 2008, quando foi contemplada como Ponto de Cultura Revoltosa, através de convênio realizado entre a Fundarpe e o MinC, a banda também passou a desenvolver atribuições culturais destinadas a crianças e adolescentes da Zona da Mata Norte do estado. “Hoje, o presidente atual é o Sr Severino Belarmino da Silva popular Maestro Sapatão. No repertório da programação especial, não irão faltar clássicos envolvendo a música popular brasileira e diversas versões instrumentais, contando com participações especiais dos músicos Elias Nascimento, Lucas Pintor e Tony Artes, além dos grupos Poetas Nazarenos, Banda King Dell e os Alquimistas Federais.
Confira AQUI mais detalhes da história da banda. A programação segue até o próximo domingo (6), ocorrendo em vários pontos da cidade de Nazaré da Mata:
Sexta-feira, 4 de novembro
Exposição de Artes
Horário: das 14h às 17h / das 19h às 21h
Atrações: Elias Nascimento, Lucas Pintor e Tony Artes
Local: Salão Amaro Maltez de Farias (Revoltosa)
Apresentação musical: Frevo Novo
Horário: 20h30
Local: Pátio de Eventos Severino Belarmino da Silva (Revoltosa)
Sábado, 5 de novembro
Exposição de Artes
Horário: das 9h às 12h / das 14h às 21h
Atrações: Elias Nascimento, Lucas Pintor e Tony Artes
Local: Salão Amaro Maltez de Farias (Revoltosa)
Assembléia Geral
Horário: das 19h às 20h30
Atração: Banda da Sociedade Musical 5 de Novembro – Revoltosa
Local: Salão Nobre Maestro Joquinha (Revoltosa)
Show do Cordelista
Horário: 20h30
Atração: Ismael Gaião
Local: Pátio de Eventos Severino Belarmino da Silva (Revoltosa)
Domingo, 6 de novembro
Exposição de Artes
Horário: das 13h às 18h
Atrações: Elias Nascimento, Lucas Pintor e Tony Artes
Local: Salão Amaro Maltez de Farias (Revoltosa)
Apresentação de Poesias
Horário: das 13h às 18h
Atração: Poetas Nazarenos
Local: Pátio de Eventos Severino Belarmino da Silva (Revoltosa)
Show de Música Alternativa
Horário: 17h
Atrações: Banda King Dell e os Alquimistas Federais
Local: Pátio de Eventos Severino Belarmino da Silva (Revoltosa)
Fonte: - See more at: http://www.cultura.pe.gov.br/canal/patrimonio/banda-revoltosa-celebra-102-anos-de-tradicao-em-nazare-da-mata/#sthash.k1Yeiram.DEAdtjhm.dpuf

Revoltosa Comemorar 102 Anos de Existência

Sociedade Musical 5 de Novembro (Revoltosa) nos preparativos para comemoração dos seus 102 anos de existência que será realizado nos dias 04 a 06 de novembro/2016 na Sede da Revoltosa.Revoltosa.
 



Compras de 50 CADEIRAS PLÁSTICAS, 20 ESTANTES DE PARTITURAS DOBRAVÉIS e a Renovação do Design Gráfico na frente e dentro da Sede da Revoltosa.

25/05/2016

SAMBADA TEM COCO NO TERREIRO




Dia 28 de maio de 2016, a partir das 20:00h, em frente a Sede do Maracatu Leão Misterioso de Tracunhaém, localizado ao lado da Praça do Trabalhador Rural, Bairro Novo – Tracunhaém/PE. Contaremos com as seguintes atrações culturais: Coco de Roda Panela de Barro de Tracunhaém, Mano de Baé - Tracunhaém, A Ciranda Misteriosa de Tracunhaém, A Ciranda e o Coco do Mestre João Goitá e o Bojo da Macaíba do Cabo de Santo Agostinho-PE.
Apoio Cultural: Jel do Coco, a Radialista Fernanda Cristina, Maracatu Leão Misterioso de Tracunhaém, Ponto de Cultura Andaluza e Gilson Xavier Produções Culturais.